Sobre acessibilidade

Áreas

Abas primárias

16/03/2017 - 10:45

O Instituto de Metrologia do Estado do Pará (Imetropará) realiza, nesta terça-feira (19), a aferição dos radares situados na BR-316, entre Marituba e Benevides. A ação irá contar com apoio da Polícia Rodoviária Federal (PRF) e técnicos do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT)¸ no controle do trânsito.

A aferição será realizada nos equipamentos que indicam a velocidade dos veículos nos dois sentidos da pista. “A validade da aferição de radares feita pelo Imetropará é de um ano. Os equipamentos só podem entrar em funcionamento após esta ação”, explica o presidente do Imetropará, Jorge Rezende.

Para o radar entrar em funcionamento é necessária a emissão de um laudo assinado pelo instituto. Nas últimas semanas, vários aparelhos foram aferidos pelo órgão em Belém. Segundo informações da Divisão de Instrumentos do Imetropará, nenhum deles apontou qualquer tipo de problema.

O funcionamento dos radares fixos é bastante simples e acontece sem qualquer intervenção humana. São três laços detectores em cada faixa de uma via, distante três metros um do outro, quando um veículo passa, os laços calculam sua velocidade, se estiver acima do permitidos no local, a câmera fotográfica é acionada.